A Lili foi para dentro do mar e encontrou um tubarão chamado Max. A Lili gostou logo muito dele.

Eles viveram aventuras à procura dos barcos afundados. Passado alguns dias, à noite, o Max e a Lili foram à superfície do mar. Eles encontraram os amigos de Lili e fizeram-lhes partidas.

Lili pediu ao Max para a levar a ver a sua casa. Ela queria conhecer a família dele. Ao lá chegar, a Lili viu os filhos do Max, um chamava-se Dentinho e o outro era Sérgio. Ambos gostavam de jogar futebol com um ouriço-do-mar. A mulher do Max era a Suzzy, ela fazia sempre o almoço com algas saborosas. O Max contou como era a sua vida. Ninguém falava mal dele, todos sabiam que dele não era preciso ter medo, porque era o bom tubarão.

         No dia seguinte, Max e Lili, encontraram outro barco afundado, mas uma orca impediu-os de tirar o tesouro. Ele, o tubarão, disse que podiam dividi-lo. A orca concordou e a partir daí ficaram amigos.

   Nesse mesmo dia, Max e Lili perguntaram à orca qual era o seu nome. Ela respondeu que não tinha nome. Então a Lili perguntou--lhe o que gostava de fazer. Ela disse que gostava de guardar tesouros e brincar. Então decidiram que o nome dela seria Brincalhona.

 A Lili despediu-se dos seus amigos marinhos e foi-se embora. Ela contou as suas novidades aos amigos e tudo o que aconteceu debaixo do mar.   

 

trabalho realizado por

André Santos

André Oliveira

Gustavo

Benjamim

Corrigido por toda a turma

tags:
publicado por escapameldascolmeias às 17:13