pesquisar

 
Sexta-feira, 27 / 11 / 09

Abecedário sem juízo

Aprende-se rimando. A escola de Boa Vista do Agrupamento de Colmeias esteve a rimar com os nomes dos alunos, constrindo um Abecédário sem juízo.

 

 

A é a Ana que come uma banana.
B é o Bruno que joga Uno.
C é a Cristiana que dorme debaixo da cama.
D é a Débora que vai a Évora.
E é a Eva que só come erva.
F é o Francisco que frita o marisco.
G é o Guilherme que estuda a epiderme.
H é o Henrique que vai a Moçambique.
I e´a Iolanda que já anda.
J é o João que foi mordido por um cão.
L é a Liliana que tem uma mana.
M é o Miguel que foi ver o MICKAEL.
N é o Nuno que ganha o uno
O é a Olga que parece uma melga.
P é o Paulo que comeu um polvo.
Q é o Quico que gosta de lançar o disco.
 R é o Rui que aleijou-se e disse ui.
S é a Sara que foi ao jardim zoológico ver a arara.
T é a Titi que gosta da kity.
U é o Ulisses que só diz parvoíces.
V é a Vera que gosta da folha da hera.
X é a Xana que tem uma amiga chamada Ana.

Z é o Zé que tem um advogado chamado Tozé

Leta

 

publicado por escapameldascolmeias às 14:54
Quinta-feira, 26 / 11 / 09

Os aniversários

Quando passei pela escola de Raposeira, não pude deixar de notar o colorido que emanava da casinha dos aniversários, da sala de aula da professora Fátima Rufino. É uma ideia para partilhar.

                                                                                                Leta

publicado por escapameldascolmeias às 17:44
Quarta-feira, 25 / 11 / 09

Cantinho da leitura

Uma cantinho da leitura dá sempre jeito numa sala de aula. É um espaço de aprendizagem. Quando os alunos se sentem bem aprendem melhor.Este é o cantinho de leitura da sala do professor Helder, na escola de Bouça.

Leta

publicado por escapameldascolmeias às 14:48
Terça-feira, 24 / 11 / 09

A Maria Castanha

Na escola de Mata dos Milagres, a professora Eunice, desenvolveu uma aula em que os alunos tiveram que construir uma bonequinha feita de castanhas, a partir de um texto instrucional.

 

publicado por escapameldascolmeias às 10:27
Segunda-feira, 23 / 11 / 09

O Magusto e o Outono

A escola de Nova de Figueiras e Centro de Figueiras, do Agrupamento de Colmeias, comemorou o Magusto a versejar.

 

O Outono chegou

Assam-se as castanhinhas

S. Martinho levou

Castanhinhas quentinhas.

 

As folhas caem lentamente

deixando as suas árvores nuas

sopra o vento fortemente

comem-se as castanhas cruas

 

As castanhas quentinhas

Até dão prazer

e bem descascadinhas

dão muito que fazer

 

O Outono chegou

as cores mudaram

o Magusto começou

as festas iniciaram

 

As castanhas chegam

para assar e provar

elas não se queimam

vamos lá comemorar

 

As folhas caiemÀ volta da fogueira declamaram-se quadras.

muito devagarinho

das suas casas saem

para terem outro cantinho

 

As andorinhas vão voando

em direcção ao Sul

Contentes vão cantando

à busca do céu azul.

 

O vento fica forte

mas ainda é amiguinho

sobe até ao Norte

para encontrar o seu caminho.

 

Os versos foram pensados e escritos por: Francisca Lisboa, João,

Pedro Lisboa, Ana Silva e alguns dos seus coleguinhas.

 

Professoras; Isabel Rodrigues e Maria Arminda Lopes.

 

 

 

 

 

 

 

publicado por escapameldascolmeias às 22:14
Sexta-feira, 20 / 11 / 09

Calendário poético

Construir um calendário

Poético e maravilhoso

Trabalho é necessário

E o resultado será glorioso!

Leta Marto

Trabalho realizado na escola de Casal da Quinta, na sala da Professora Ana Ferreira, do Agrupamento de escolas de Colmeias.

publicado por escapameldascolmeias às 15:19
Terça-feira, 17 / 11 / 09

A minha casinha

Na escola de Milagres, Agrupamento de Colmeias, a professora Raquel lançou a proposta de escrever poesia à moda de Luísa Ducla Soares

 

A minha casinha

 

A minha casinha

de rebuçado

tapei-a por cima

com um gelado

 

Pus-lhe uma janela

de marmelada

e mais uma porta

de cebolada

 

Pus-lhe chantili

na chaminé

a fazer de neve

açucar pilé...

 

A minha casinha

bem apetitosa

comi-a à noitinha

Sou tão gulosa.

 

Alunos: Pedro Silva 2ºano

            Beatriz Graça 3ºano

EB1 Milagres

publicado por escapameldascolmeias às 14:55
Segunda-feira, 16 / 11 / 09

A poesia bate à porta da escola.

Arre burrinho
Vai para a escola
carregadinho
com a sacola.   

Foi com este mote que os alunos criaram novas quadras, na sala da professora Teresa, na escola de Mata dos Milagres, Agrupamento de Colmeias.

 

 

O abecedário sem juizo também teve muito sucesso.

 

 

 

publicado por escapameldascolmeias às 23:48
Segunda-feira, 09 / 11 / 09

Uma casa muito estranha

Um plano para a Compreensão textual, realizada na escola de Raposeira pela professora Fátima Rufino.

 

Apresentação/exposição do título da poesia “Uma casa muito estranha”
Conversa com os alunos para inferirem o conteúdo do texto.
Apresentação da imagem de uma bruxa
Nova conversa sobre o conteúdo da história
Distribuição do texto (em poesia)
Leitura da história pela professora.
Leitura em grande grupo professora + alunos do segundo ano
Os alunos do segundo ano lêem para os do primeiro em pequenos grupos
Os alunos do segundo ano assinalam as palavras de difícil compreensão.
Troca de significações das palavras assinaladas grande grupo.
Exposição do texto
Leitura por versos (cada um lê um verso).
Realização de grupos de leitura e memorização.
Apresentação do texto em que cada um diz um verso.
Pintura das gravuras que se apresentam no texto
 
Formadora Leta Marto

.

 

publicado por escapameldascolmeias às 11:11

Novembro 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
18
19
21
22
28
29
30

últ. comentários

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro