pesquisar

 
Segunda-feira, 15 / 11 / 10

A pastora do Arrabalde

Havia uma pastora que gostava de dançar, mas o pai não deixava que ela dançasse.

Um dia a pastora foi pastar as ovelhas ela tinha muita sede e ela ia beber água mas esqueceu-se encher o cantil.

Ela começou a chorar porque tinha muita sede.

Apareceu um duende da Lua e ele disse:

-Porque estás a chorar?

A pastora disse:

  - Eu tenho muita sede e não enchi o meu cantil.

- Então vai a casa encher o cantil – disse o duende.

- Eu não posso, o meu pai não deixa, já sei, tu podes ir a minha casa e enfrentar o meu pai.

-Eu, não posso.

-Então vou morrer à sede.

O duende disse:

 – Vou fazer um feitiço para tu teres forças para levantares aquela rocha, lá está água.

A pastora levantou a rocha e lá estava água. – O duende tinha razão disse a pastora.   

 

Esta história foi escrita, depois dos alunos terem assistido à sua dramatização

tags:
publicado por escapameldascolmeias às 20:41
Segunda-feira, 15 / 11 / 10

A princesa da chuva

A princesa da chuva

 

Os alunos do 3ºano leram a história “A princesa da chuva” e os alunos 2ºano escutaram. Esta história, fala de uma princesa que faz chover. Quando era bebé foi fadada para que onde ela estivesse chovesse. Ela é muito importante, porque a água é muito necessária á vida a princesa levava água aos sítios que tinha falta de água. Andava de terra em terra a apagar fogos, regava as plantas, dava água às pessoas.

 

Aluna da professora Leta

 

Este texto foi escrito depois de termos realizado um circulo de leitura com a obra "Princesa da Chuva" de Ducla Soares

tags:
publicado por escapameldascolmeias às 20:24

Novembro 2010

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

últ. comentários

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro